Take a fresh look at your lifestyle.

Babosa (Aloe vera): conheça seus benefícios

0

Ela é uma planta que possui muitos benefícios medicinais e cosméticos, mais conhecida popularmente por sua característica gelatinosa, e utilizada pelo homem há mais de 5.500 anos como shampoo. Babosa (Aloe vera): conheça seus benefícios.

Descrição : Planta da família das Liliaceae, também conhecida como aloé vulgaris, aloé barbadensis, caraguatá, erva babosa, aloé perfoliata, babosa-de-jardim, caraguatá-de-jardim, babosa-de-botica, babosa-folha-miúda, Aloes (latim), aloe (inglês, ), áloe , aloés.

Herbácea que pode atiir até 60 centímetros de altura, de folhas carnosas, alongadas, com espinhos e com final de pontas agudas.

Tem algumas espécies que podem apresentar flores amarelas.

A reprodução é feita por estolões ou mudas que crescem na base da planta, e o plantio pode ocorrer durante todo o ano.

Babosa (Aloe vera): conheça seus benefícios

O solo deve ser argiloso, com bastante sol, o clima seco, com pouca água durante o inverno.

Parte utilizada: Seiva das folhas.

Modo de Conservar : Corte as folhas frescas perto da base e coloque-as em um recipiente para escorrer o suco amarelo, que deve ser seco ao sol. Durante a secagem, a sua cor se altera de amarelo para ver melhor e finalmente escura, quando já estiver seco.

O conteúdo formado deve se armazenado em vidros fechados. Após a retirada do suco amarelo, tire a casca da folha e retire o conteúdo branca deve ser fatiada e colocada em recipientes de louça ou vidro, guardar longe da da luz solar, calor, pó e umidade, ou em geladeira.

Clima :Ele gosta de regiões de climas quentes e áridos da América, África do norte e do sul e do sul da Europa. É encontrada também nas Ilhas Barbados. Nascem sozinhos em várias regiões do Brasil, gostando de clima quente

Plantio :

Plante a babosa em um local quente e regue pouco. Sempre que for necessário, terá em mãos um excelente remédio de primeiros socorros.

Para tirar o gel, corte a folha com uma faca afiada a cerca de 7,5 cm da ponta. Em um local, faça um corte em sua vertical no meio da folha. Abra e assim você vai ver o gel transparente. Retire ele use conforme necessário. Não use a seiva amarela retirada do lado da folha.

Multiplicação: Semente ou estaquia dos rizomas (mudas)

Origem: Originária da África e Ásia. Gosta mais de climas quentes e úmidos, solos arenoargilosos, arejados e com relativa matéria orgânica. Não gosta de excesso de água, por isso a irrigação deve ser moderada;

Princípios Ativos: Polissacárido (glucose); prostaglandinas (ácidos gordos cíclicos e oxigenados); outros ácidos gordos (gama-linoleico); prostaglandinas; enzimas (amilase); antraquinonas (aloína); aminoácidos essenciais (valina, leucina, lisina, isoleucina, fenilanina,  mettionina, triptofano e teonina); aminoácidos não essenciais (acido aspartico, ácidoglutâmico, alanna, prolina, histidina, serina, glicina, arginina, tirosina); vitaminas (vitaminas A, B1, B5, B6, B12, C, E); sais minerais (cálcio, fósforo, cobre, ferro, magnésio, manganês, potássio, sódio, titânio, zinco, iodo, enxofre, níquel, boro). emodina; aloetina; ácido pícrico; Barbalodina; aloquinodina; resinas.

Propriedades medicinais: Adstringente, anestésica, anticancerígena, anti-hemorrágica, anti-inflamatório, antitóxico, bactericida, cicatrizante, colerética, dilatadora capilar, emoliente, estimulante gratulatório, fungicida, antioftálmica, antí-pruritico, antisséptica, hidratante, limpador natural, proteolítico, virucida, vulnerária

Indicações: A babosa é ótima para o cabelo no tratamento da seborreia e também a acne, alopecia,  arteriosclerose, artrite, colite, constipação, aids, anemia, cancro (de pele, digestivo e do cólon), dermatite, disenteria, doenças dos olhos, dor de cabeça, dor muscular, erupção cutânea, esclerose múltipla, estimulante do crescimento, hidratar a pele, infecção de pele, inflamação em geral, ferimentos externos, gripe, hipertensão, inflamação intestinal, insônia, pé de atleta, problema digestivo, queda de cabelo, queimaduras do sol e do fogo, reumatismo, rins, tuberculose, úlceras pépticas e estomacais.

Babosa Caraguatá

Contraindicações/cuidados: Uso oral para crianças, mulheres grávidas, que amamentam, no período da menstruação (provoca congestionamento dos órgãos pélvicos), com inflamações uterinas e ovarianas, predisposição ao aborto, também para aqueles que sofrem de hemorróidas, fissuras anais, afecções renais, enterocolites, apendicites, prostatites, cistites, disenterias, cálculos da bexiga, varizes, nas nefrites. Tomar cuida com o uso oral, pois em doses exageradas podem provocar nefrites. O uso externo deve ser preferido. O uso externo da polpa ocasionalmente pode ressecar excessivamente a pele, neste caso é também contraindicada para tratamento de doenças cutâneas.

Dores abdominais, fortes diarreia (que os defensores do uso afirmam ser o “efeito limpeza”) e, em doses altas, podem causar inflamação nos rins.

O uso interno por um longo tempo provoca hipocalemia, diminui a sensibilidade do intestino, necessitando aumento gradativo da dose, ocasionando o surgimento de hemorróidas. Pode causar irritação dérmica e ocular, além de intoxicação aguda, podendo levar à morte. 8 g do pó pode até levar a morte. – Em doses elevadas podem ocorrer desmaios, hipotensão, hipotermia e nefrite por isso sempre tome cuidado com seu uso.

Receita Caseira de Banha do Assento do Chá da Babosa.

Formulação Caseira da Resina da Babosa.

Modo de usar

  •  Folha; seiva e polpa: queimadura, antioftálmica, entorse, contusão, retite, hemorroida, dor reumática, queda de cabelo.
  •  resina, polpa, tintura e suco das folhas: anti-inflamatória; analgésica; antisséptica; emoliente; adstringente; colerética; vulnerária e anticancerígena.

Uso interno:

  •  suco fresco: anti-helmíntico;
  •  resina (deixa-se as folhas penduradas com a base cortada para baixo por 1 ou 2 dias, esse sumo é seco ao fogo ou ao sol. Quando bem seco, pode ser transformado em pó): 0,1 a 0,2 g dissolvido em água com açúcar, como laxante;

Uso externo:

  •  cataplasma 3 vezes ao dia: queimadura;
  •  supositório: retite, hemorroida;
  •  tintura (50 g de folhas descascadas, trituradas com 250 ml de álcool e 250 ml de água. Coar em seguida): usar em compressas e massagens nas contusão; entorse, dor reumática.

Leave A Reply

Your email address will not be published.