Como cuidar da sua rosa do deserto

Rosa do deserto (Adenium obesum, entre outros) pertencendo a família Apocynaceae, é uma planta perfeitamente domesticável e precisa de uma polinização manual adequada para sua reprodução, ou então pode-se adotar o método de mudas.

Facilmente adaptável ao clima quente e seco, conseguindo viver em lugares ensolarados. Ela também pode ser encontrada na Tailândia, África e no deserto.

Como todas as plantas, rosas do deserto necessitam de cuidados. venha comigo e aprenda a como cuidar da sua rosa do deserto.

Como cuidar da sua rosa do deserto

Como cultivar a Rosa do Deserto em vaso

Geralmente as pessoas acham que as rosas do deserto não gostam de água, mas elas gostam sim. Elas só não vivem em terras encharcadas, por isso é recomendado aos cultivadores de Adenium a utilizarem solo com alta possibilidade de drenagem (solo de fundo de rio).

  • Use vasos, bacias ou potes com uma ótima drenagem para que não tenha acumulo de água.
  • Para a preparação do vaso, Coloque pedras no fundo e tela plástica, pois assim as raízes não chegam a sair do vaso. Cubra com um pouco de areia, depois aplique húmus de minhoca e plante a rosa com uma mistura de terra e areia grossa (encha até a borda). Uma dica: 2/3 de areia grossa com 1/3 de terra misturado pode ser o suficiente.
  • Para o ambiente, Um local cheio de sol e temperatura mínima de 10 ° C é recomendado. Trate-o igual aos cactos. A rosa do deserto, como o próprio nome diz, se adapta perfeitamente à climas com de baixa umidade.
  • Ao regar, a água deve ser usada com muita moderação. A Rosa do deserto gosta da água neutra. Água ácida pode apodrecer suas raízes. O excesso de água, mesmo em época de verão pode ocasionar o apodrecimento das raízes, matando a planta aos poucos.
  • Mantenha a terra ou a areia sempre úmida, pois sem encharcar, não é preciso regar todos os dias, apenas quando a areia ou a terra de cima do vaso secar.
  • Uma boa adubação com um bom fertilizante orgânico é necessário para que a planta alcance um bom diâmetro de tronco e floração abundante . Não se deve aplicar fertilizante direto na raiz. Jamais aplique o fertilizante, quando o solo da planta estiver totalmente seco. Sempre regue antes,para evitar a queimadura das raízes e a queda de folhas.

Como cuidar da sua rosa do deserto

 

  • Cultivo adequado: A Rosa do deserto pode ser cultivada por meio de sementes ou estacas. Para que sua planta tenha troncos grossos características semelhantes aos grandes Baobás, só são obtidos através do cultivo de sementes. Um segredo para que a base do caule fique interessante é levanta um pouco a planta, deixando a parte superior das raízes exposta e deve ser realizado de 2 em 2 anos ou de 3 em 3 anos. A planta enraizará normalmente. Podas de formação são essenciais para evitar deformidades não naturais e cicatrizes feias na planta. Sempre use luvas nas podas e manuseio da planta, pois sua seiva é extremamente tóxica.
  • As florações da rosa do deserto podem ser obtidas em plantas jovens, tendo apenas 5 centímetros de altura. O florescimento geralmente ocorre durante a primavera, pois há possibilidade de várias florações no verão e outono. As flores são tubulares, tendo cinco pétalas e lembram outras da mesma família (Alamanda, Jasmim-manga e Espirradeira). As cores são sempre variadas, passando do branco ao vinho escuro, alterando entre vários tons de vermelho e rosa. Varias variedades mostram mesclas e degrades do centro em direção as pontas de suas lindas pétalas. Há ainda variedades de flores dobradas, triplas, quadruplas, entre varias outras. Também negras, que ao contrário das outras precisa de um PH mais ácido. Devido a inúmeros cruzamentos que cultivadores de todo o mundo andam fazendo, Surgem mais e mais plantas do deserto de diferentes tipos e cores, tornando as possibilidades bem maiores de uma cores maravilhosa para sua planta.

 

Como cuidar da sua rosa do deserto

One Comment

  1. Yuri Reply

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *